Imagine a seguinte situação: Você adquiriu um aquecedor a gás com o objetivo de ter um verdadeiro banho de hotel em casa, já que o aquecimento a gás permite que a água da sua ducha atinja temperaturas mais altas e em grande volume em comparação com o chuveiro elétrico. Porém no momento de instalar o equipamento você descobre que não possui uma pressão adequada em suas torneiras e duchas. Nesses casos, para você poder usufruir de todos os benefícios de um bom banho, o mini pressurizador para aquecedor a gás acaba sendo a melhor opção para resolver os seus problemas.

Nesse artigo vamos explicar do que se trata esse equipamento, dessa forma propiciando o máximo proveito do seu aquecedor a gás.

Você pode conferir outro artigo em nosso blog onde explicamos tudo sobre pressão de água.

O que é um mini pressurizador para aquecedor a gás?

O mini pressurizador para aquecedor a gás é um equipamento hidráulico que proporciona o aumento da pressão e do volume de água quente em pontos de consumo de água quente alimentados pelo aquecedor. Pontos como duchas, torneiras e banheiras. Ele é um pressurizador de água como qualquer outro, a diferença é que é um equipamento mais compacto e menos potente, ideal para instalar logo abaixo dos aquecedores a gás.

Diferente de pressurizadores maiores e mais potentes que são instalados para pressurizar toda a rede hidráulica de uma residência, o mini pressurizador é instalado diretamente na entrada de água dos aquecedores a gás. Sendo assim ele só pressuriza a água que chega até os aquecedores. Então na prática apenas a água quente será pressurizada.

Além disso trata-se de um equipamento compacto, de simples instalação, silencioso e com baixo consumo de energia elétrica.

Mini pressurizador para aquecedor - Aquecenorte

Falta de pressão para o acionamento do aquecedor

Os aquecedores a gás precisam de uma pressão mínima para o seu acionamento. Essa pressão varia de acordo com o modelo do aquecedor a gás, sendo em média de 2 a 6 m.c.a para aquecedores a gás digitais e 6 a 8 para aquecedores a gás mecânicos. A falta de pressão pode fazer com que o seu aquecedor nem chegue a ligar. Por isso é sempre muito importante verificar se a pressão na sua residência é a ideal antes de começar a utilizar o seu aquecedor a gás. Temos inúmeros casos de clientes que compraram o equipamento sem saber se a pressão na sua residência era a ideal para a utilização ideal do aquecedor.

O mini pressurizador é projetado para uso residencial, sendo indicado especialmente para a aplicação em aquecedores a gás.

Mini pressurizador para aquecedor - Aquecenorte

Pressão mínima de conforto

Como falamos acima os aquecedores a gás precisam de uma pressão mínima de água apenas para funcionar. No entanto ter essa pressão mínima obviamente não significa um bom conforto.

Para garantir um banho realmente confortável precisamos de uma pressão de água que gira em torno de 10 a 15 m.c.a. Claro que isso varia de gosto pessoal. Tem gente que gosta de mais pressão, já outros podem achar desconfortável. No entanto uma pressão de água menor do que 10 ou 8 m.c.a geralmente não proporciona um banho confortável. Por outro lado uma pressão superior a 20, 25 m.c.a. costuma ser desconfortável para boa parte das pessoas.

Sendo assim o mini-pressurizador, especialmente os modelos de 350w, podem ser a solução ideal para o seu banho.

Perda de carga gerada pelo aquecedor a gás 

Os mini-pressurizadores, especialmente os de 120w, são bastante usados para compensar a perda de carga gerada pelo aquecedor a gás e dessa forma evitar o desequilíbrio hidráulico. Mas afinal o que é essa perda de carga?

Dentro do aquecedor a gás a água passa pela serpentina, uma tubulação cheia de curvas, percorrendo um caminho bastante tortuoso. Pois é justamente essa mudança de direção, além da tubulação diminuir de diâmetro que gera uma queda brusca na pressão da água. O nome técnico dessa diminuição de pressão da água é perda de carga.

Em casos mais extremos o aquecedor a gás pode gerar uma perda de carga de até 10 m.c.a. Por isso os mini-pressurizadores de 120w, que podem dar um incremento de até 8 m.c.a, são mais recomendados para apenas compensarem essa perda de carga do aquecedor. O objetivo principal é impedir que a água que sai do equipamento esteja com uma pressão muito menor de quando entrou.

Aquecedor a Gás desliga durante o banho - Fluxo de Água - Aquecenorte

Evitando o desequilíbrio hidráulico

Já o desequilíbrio hidráulico é quando a água fria possui muito mais pressão que a água quente (ou vice-versa). E isso acontece justamente porque a água que passa pelo aquecedor a gás acaba perdendo muita pressão. Por isso a água fria acaba ficando com a pressão muito maior.

A consequência disso é que quando você vai misturar a água quente com a água fria no seu banho, é que a água fria, justamente por ter muito mais pressão, acaba bloqueando a passagem da água quente. E quando a água quente fica bloqueada o aquecedor a gás desliga porque entende que o registro foi fechado.

Como dissemos acima o mini-pressurizador vai compensar a perda de pressão e evitar que essa diferença de pressão entre água quente e fria, assim permitindo que você misture a água sem problemas.

Parece meio complexo, não é? Caso tenha dúvidas você pode conferir este artigo específico sobre esse tema.

Como saber se preciso de um mini pressurizador para aquecedor a gás

Para escolher o mini pressurizador para o seu aquecedor a gás, é importante levar em consideração algumas informações sobre o local de instalação para identificar qual a potência ideal do pressurizador. Cada modelo de mini pressurizador possui uma potência e uma curva de vazão específica, e é justamente ela que deve ser levada em consideração no momento de escolher o pressurizador. Existem diversos modelos de mini-pressurizadores disponíveis no mercado. Cada um para uma necessidade e com potências distintas. Tudo vai depender da pressão de água existente no local, e em algumas situações existe a necessidade de um auxílio profissional para identificar a necessidade do pressurizador bem como para analisar a sua rede hidráulica.

Quanto mais pressão for necessária para abastecer todos os pontos de consumo da sua residência, maior deverá ser a potência do equipamento. É necessário levantar algumas informações como a quantidade de pontos de consumo que serão abastecidos (número de chuveiros ou torneiras do local), a distância da caixa d´água em relação aos pontos de consumo, o andar em que o imóvel está localizado e o volume da caixa d´água no local.

Com essas informações em mãos fica mais fácil identificar qual a potência do pressurizador que você vai precisar.

Mini pressurizador para aquecedor - Aquecenorte

Pressurização nos pontos de consumo 

É importante reforçar que a aplicação do mini-pressurizador, especialmente quando estamos falando de aquecedores a gás, só vai pressurizar a água quente. Caso realmente exista a necessidade de pressurizar toda a rede o mais recomendado é buscar a aquisição de bombas pressurizadoras maiores. Mas afinal porque mini-bomba pressuriza apenas água quente?

Isso porque ela é instalada na entrada de água do aquecedor a gás. Sendo assim, apenas a água que entra e consequentemente sai do aquecedor a gás é pressurizada.

Os mini-pressurizadores até podem ser instalados para pressurizar toda a rede hidráulica de uma residência, mas via de regra esse tipo de equipamento não possui uma potência suficiente para atender muitos pontos de consumo de forma simultânea e efetiva. Por isso é uma solução mais indicada para a aplicação de aquecedores a gás apenas.

Modelos de pressurizadores

Entre os modelos de mini pressurizadores disponíveis no mercado, os mais procurados são os com potências de 93W, 120W e 350W.

Mini pressurizador para aquecedor - Aquecenorte

Principais aplicações

  • 93W – Este modelo de bomba tem uma potência muito fraca para trabalhar diretamente com aquecedores a gás, sendo mais utilizada mais em recirculação de água em outras aplicações;
  • 120W – Este é um modelo bastante utilizado em aquecedores a gás, mas por não ser muito potente é utilizado com o principal objetivo de compensar a perda de carga (que explicamos acima) e não proporcionar um real aumento de pressão;
  • 350W – Este é o modelo mais potente entre os mini-pressurizadores, sendo capaz de além de compensar a perda de carga também acrescentar mais pressão para seu banho.

Porque usar um mini pressurizador para aquecedor a gás

Se você tem problemas de falta de pressão em sua residência e deseja aproveitar ao máximo todos os benefícios do seu aquecedor a gás, um mini pressurizador é uma boa opção. Você terá uma pressão constante nos pontos alimentados pelo aquecedor a gás e consequentemente muito mais conforto e facilidade no dia-a-dia.

Mas fique atento para não ter dores de cabeça. Sempre recomendamos procurar por empresas especializadas nesse tipo de equipamento. Dessa forma eles vão poder te indicar qual o modelo mais indicado de acordo com a sua demanda e as características do local.

Eles também vão te orientar sobre a potência ideal do pressurizador de acordo com as suas necessidades, contribuindo para o melhor aproveitamento do seu sistema de aquecimento como um todo. Banho sem pressão nunca mais!

Bomba pressurizadora de pressostato ou de fluxostato? Se você está procurando por pressurizadores, provavelmente já se deparou com esses termos, não é? Mas o que diabos é isso?

Pensando nisso, esse artigo vai falar especificamente do que se trata fluxostato e pressostato e quais são suas principais diferenças, vantagens e desvantagens.

E caso você ainda não entenda direito como funciona esse negócio de pressão de água, separamos um artigo só sobre isso.

O que é Fluxostato e Pressostato?

De forma resumida, o funcionamento da bomba pressurizadora é muito simples. Trata-se de um motor “burro” que só gira e dá força para a água. O que difere uma bomba pressurizadora é o seu sistema de acionamento. A bomba pode ser acionada manualmente ou a partir de uma automação. A automação pode ser feita de diversas formas, como um controlador por exemplo. No entanto dentre as bombas pressurizadoras os sistemas de acionamento automático mais comuns são o fluxostato e o pressostato.

Então resumindo, tanto o fluxostato quanto o pressostato são sistemas de acionamento automáticos de uma bomba pressurizadora. Falando de maneira bem simples é o que vai dizer pra bomba quando ela deve ligar.

Mas qual a diferença entre eles?

Pressostato_ou_fluxostato
O corpo de ambas as bombas é idêntico, o que muda é seu sistema de acionamento: pressostato ou fluxostato

Como funciona Fluxostato? 

Como o seu próprio nome sugere, ele funciona pelo fluxo de água na rede hidráulica. Quando algum ponto de consumo é aberto e a água passa por dentro da bomba pressurizadora, o fluxostato detecta seu fluxo e dá um comando para a bomba pressurizadora começar a trabalhar. Quando essa movimentação da água é interrompida, quando você fecha o ponto de consumo, então o fluxostato deixa de detectar o fluxo e dá um comando para a bomba desligar.

Vale ressaltar que o fluxostato não é um equipamento muito sensível, então ele precisa de um fluxo e uma pressão mínima para ser acionado. Isso significa que abrir muito pouco um ponto de consumo ou mesmo um pequeno vazamento passará desapercebido para o fluxostato e a bomba pressurizadora não será acionada.

Um consequência disso é que bombas pressurizadoras equipadas com fluxostato só conseguem atender pontos de consumo que estejam abaixo da instalação. Ou seja, esse tipo de bomba pressurizadora precisa ser instalada no teto.

Pressostato_ou_fluxostato

Características do Fluxostato 

  • Equipamento mais simples;
  • Não mantém a rede pressurizada;
  • Precisa de um fluxo e pressão mínima de água para ser acionado;
  • Não pode ser instalado abaixo dos pontos de consumo.

Vantagens do Fluxostato

  • Preço mais atrativo;
  • Maior durabilidade;
  • Menor incidência de manutenção;
  • Pode ser instalado em redes hidráulicas mais antigas;
  • Em caso de pequenos vazamentos não fica acionando.

Desvantagens do Fluxostato

  • Só atende os pontos de consumo que estão abaixo dele;
  • Pode demorar um pouco para acionar;
  • É mais restritivos em relação ao local de instalação;
  • Não pode ser utilizado com boiler;

Como funciona Pressostato? 

Já o pressostato é responsável por detectar a pressão da água na rede hidráulica. Sendo assim, toda vez que ele detecta que a pressão da água diminuiu ele aciona a bomba, então quando a pressão estabiliza ele desliga a bomba pressurizadora.

Isso significa que toda vez que você abre um ponto de consumo a pressão da água na rede hidráulica cai, fazendo com que a bomba seja acionada. Diferente do fluxostato, que não detecta pequenos fluxos de água, o pressostato é muito mais sensível e detecta inclusive poucas variações de pressão. Na prática, mesmo um pequeno vazamento depois de algum tempo vai reduzir a pressão da rede a ponto de fazer o pressostato ligar a bomba.

Outra característica marcante de bombas pressurizadoras equipadas com pressostato é que elas mantêm a rede hidráulica pressurizada o tempo todo.

Pressostato_ou_fluxostato

Características do Pressostato

  • Equipamento mais complexo;
  • Mantém a rede hidráulica sempre pressurizada;
  • Pode ser utilizado para elevar a água.

Vantagens do Pressostato

  • Assim que você abre qualquer ponto de consumo já recebe água pressurizada;
  • Mais flexibilidade na instalação, podendo estar abaixo ou acima dos pontos de consumo;
  • Pode ser utilizada com boilers de alta pressão.

Desvantagens do Pressostato

  • Preço mais elevado;
  • Menor durabilidade;
  • Maior incidência de manutenção;
  • Aciona em caso de vazamento;
  • Não é recomendada a sua instalação em redes hidráulicas mais antigas.

Pressostato_ou_fluxostato

Como escolher o pressurizador de água ideal

Cada tipo de equipamento possui uma característica única. Justamente por isso é muito importante ressaltar que cada um se adapta melhor a diferentes tipos de situações. O fluxostato, por exemplo, é mais recomendado para casas onde a rede hidráulica é mais antiga, mas por outro lado não pode pressurizar pontos de consumo acima de seu local de instalação. Já o pressostato mantém a rede hidráulica sempre pressurizada, sendo o equipamento ideal para trabalhar com boilers de alta pressão.

Em caso de dúvida sempre o mais indicado é contar com o auxílio técnico de profissionais capacitados tanto para o dimensionamento quanto para a instalação do equipamento. Não é incomum encontrarmos bombas pressurizadoras instaladas incorretamente ou que não atendem bem a demanda do local. Por isso fique sempre bem atento.

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a esclarecer algumas dúvidas. Então não deixe de assinar nossa newsletter para receber em primeira mão as novidades do nosso blog!

Seja na torneira ou no chuveiro, a falta de pressão pode se tornar algo bem desconfortável, mas existe uma solução para isso. A melhor opção é a instalação dos Pressurizadores Grundfos.

Você já percebeu que existem momentos onde a pressão da água na sua casa fica mais fraca?

Isso pode acontecer por diversos motivos e entre os principais estão a altura da caixa d’água em relação ao ponto de consumo e também a quantidade de pontos de consumo de água presentes na casa. Entre outros fatores que podem impactar diretamente na pressão.

Pressurizadores Grundfos: Como funciona a pressão que sai do chuveiro e das torneiras?

A pressão está relacionada à vazão da água, afinal existe a tendência de que quanto maior a pressão, maior a vazão de água nos pontos de consumo.

Também existe uma relação com o conforto do seu banho, já que a maioria das pessoas não gosta daquele banho com a água sem pressão.

Pressurizadores_Grundfos
Pressurizadores Grundfos

Como a pressão da água é medida?

A maneira mais simples de medir a pressão da água é através da altura. É por esse motivo que as caixas e reservatórios de água sempre que possível são instalados na parte superior da residência. Isso acontece porque quanto maior a altura, maior também a pressão.

Logo uma das medidas mais comuns e fácil de entender é o m. c. a (metro coluna d’água). Ele se refere basicamente a altura da queda d’água.

Mas também existem outras unidades de medida como Kgf./ cm², Bar e PSI.

Pressurizadores Grundfos: Quando deve ser realizada a instalação?

O mais apropriado é que toda a instalação hidráulica seja projetada para atender às necessidades de pressão de água da residência, ou seja, as instalações devem ser corretamente dimensionadas durante a projeção da casa, de acordo com todas as normas vigentes, garantindo que não haja problemas de pressão e/ou distribuição de água.

No entanto, nem sempre isso é uma tarefa simples. Especialmente em casas e sobrados onde não é possível instalar a caixa d’água numa altura adequada.

Em casos como esse é preciso apelar para métodos alternativos para transformar essas dificuldades de modo que atenda todas as suas necessidades. É nesse momento que entram os pressurizadores.

Pressurizadores_Grundfos
Pressurizadores Grundfos

O que são os pressurizadores?

As bombas pressurizadoras são equipamentos utilizados para solucionar problemas de pressão nos pontos de consumo de água de uma instalação; isso inclui torneiras, descargas e chuveiros.

Ou seja, quando falta força na água da sua casa. Quem nunca tomou um banho com aquela água fraquinha que parece conta-gotas?

Pressurizadores com inversor de frequência

Esses pressurizadores controlam de forma inteligente a pressão da água, mantendo-o sempre constante, independente da vazão e consumo. Os sistemas a base de inversor de frequência, mantém a pressão no sistema hidráulico, no entanto, elas trabalham com a rotação variável, levando em consideração a vazão e o fluxo necessário.

Parece um pouco complicado, mas na verdade é bastante simples. As bombas pressurizadoras equipadas com inversor de frequência são capazes de variar a pressão de acordo com a demanda.

Mas você deve estar se perguntando porque isso é importante, não é? Isso é importante porque especialmente com as bombas pressurizadoras mais fortes você pode ter problemas de excesso de pressão.

Vamos dizer que, por exemplo, você instale na sua residência uma bomba que dê uma pressão muito boa e forte na sua ducha, deixando seu banho extremamente confortável. Mas sua ducha tem um volume de água muito maior do que a sua torneira. Assim quando você abre a torneira a pressão é tanta que espirra água pra todo lado.

Com a bomba inversora, quando a demanda por pressão é pequena, ela trabalha em uma rotação menor, o que economiza energia além de evitar esse tipo de problema descrito assim.

Assim quando você precisar de muita pressão pra tomar banho a bomba vai trabalhar de acordo com isso, já quando você precisar de menos pressão numa torneira, por exemplo, a bomba vai enviar uma pressão menor.

Pressurizadores_Grundfos
Pressurizadores Grundfos

Qual o melhor pressurizador que eu posso encontrar no mercado?

Como dissemos acima, tudo dependerá das suas necessidades de pressão e vazão, no entanto, existem produtos disponíveis no mercado que oferecem mais benefícios do que outros.

Atualmente, Pressurizadores Grundfos Scala 2 é uma das bombas de pressão com o melhor custo-benefício disponível no mercado. São diversos benefícios: ela é compacta, silenciosa e tem a capacidade de fornecer pressão para até 3 andares diferentes e 8 pontos de consumo de água, além de ser equipada já de fábrica com o inversor de frequência.

Ainda, o Grundfos SCALA 2 possui controle inteligente e monitoramento do sistema, tornando possível a compensação da perda de pressão. Totalmente personalizável, assim que você determinar o nível desejado de pressão, a bomba Grundfos garante o fluxo constante em todos os pontos de consumo. Saiba mais aqui

A Aquecenorte trabalha com o pressurizador Grundfos e pode te ajudar no processo de instalação. Solicite um orçamento e saiba como garantir maior conforto e o melhor custo-benefício para sua casa ou empresa.

 

 

 

Nada é mais decepcionante de chegar precisando de um banho relaxante e ter um com a água sem força, fraca e com pouco volume. E não é só no chuveiro que a água precisa ter pressão. Também precisa estar presenta nas torneiras da casa para poder lavar uma louça adequadamente, na mangueira para conseguir lavar bem o carro.

Enfim, água sem pressão muitas vezes pode ser motivo para dor de cabeça – até porque em casos mais extremos pode chegar a queimar chuveiros elétricos e aquecedores de água.

Para entender melhor o problema, precisamos compreender como o sistema hidráulico de uma casa é composto: por duas tubulações. Uma que trabalha exclusivamente com a água potável, fazendo sua distribuição pela casa. E outra que trabalha apenas com a rede de esgoto, absorvendo a água descartada e encaminhando-a para a rede pública de coleta onde receberá o tratamento adequado.

Esse sistema hidráulico deve ser projetado com muita atenção no momento em que a casa é construída, para que o seu uso seja eficiente (não ocorrendo entupimentos, vazamentos e problemas com a pressão) e, inclusive, para que haja economia. Mas, muitas vezes, por diversos motivos, seja ainda na construção ou mesmo mais tarde pelo desgaste, alguns problemas podem surgir como a diminuição na pressão da água.

Quer entender melhor o que pode estar causando a baixa pressão da água aí na sua casa? Então continue a sua leitura que nós lhe explicaremos!

Agua_sem_forca
água sem força

1.Água sem força na Caixa d’água 

Para que haja uma boa pressão da água ao passar pelos canos, o ideal é que todo o sistema hidráulico da casa já tenha sido projetado de maneira adequada.  É esse sistema que impulsiona a água através de toda a rede de canos. Principalmente em direção ao chuveiro e ao vaso sanitário, que são as saídas que mais consomem a pressão desse sistema.

Mas afinal, como é que se projeta o sistema hidráulico para ter uma boa pressão na água? Isso é simples: a pressão dentro dos canos é determinada pela altura em que fica a caixa d’água. Pois quando posicionada em um ponto mais elevado do que a altura do seu chuveiro, por exemplo, a gravidade fará com que a água escoe pelos canos com mais força.

Apenas para esclarecer uma dúvida que muita gente tem quando falamos em caixa d’água e pressão:

Uma caixa grande não significa mais pressão na água, o que realmente importa é a altura dela. Quanto mais alto, melhor. E é por isso que muitos constroem um local alto para colocar a caixa d’água. Colocam-na em cima da casa, no sótão e etc. Uma caixa d’água grande apenas garantirá que você não fique sem fornecimento em casa no caso da sua região sofrer problemas com o abastecimento.

Agua_sem_forca
água sem força

2. Tubulação

Outro ponto muito importante que pode fazer toda a diferença na pressão da água é a tubulação. Como os canos estão posicionados. E, é claro, o seu estado de conservação também é um fator importante.

Se o encanamento já foi projetado com muitas curvas, dobras e emendas the link, é natural que a água perca pressão ao circular pelos canos. Quanto menos curvas os canos fazerem para ir da caixa d’água até o destino final (como torneiras, por exemplo) melhor.

Outro ponto que atrapalha muito a pressão da água quando o assunto é tubulação são os remendos feitos em alguns consertos. Por exemplo, e o próprio desgaste dos canos que, caso sejam muito antigos, podem já apresentar algumas falhas. Dificultando um pouco a passagem d’água e, assim, diminuindo a pressão.

 

3. Abastecimento público

Em muitos casos, a falta de pressão da água, que resulta na água sem força, se encontra na rede pública. Isso não necessariamente fará com que a pressão da água na sua casa seja fraca. Pois desde que o abastecimento público – mesmo que com a pressão deficiente – consiga levar a água até a caixa d’água e todo o sistema hidráulico da sua residência esteja funcionando adequadamente, não haverá interferência na pressão da água na sua casa.

O problema de um abastecimento público com pressão deficiente é que a água pode não estar conseguindo chegar como deveria até a caixa d’água. Assim causando um problema maior do que aquela água que sai sem pressão do encanamento. Mas sim a ausência completa dela na sua residência.

Reservatório secundário 

O melhor a se fazer para solucionar o problema é adotar um reservatório inferior de água, que é chamado de cisterna, ele deve ficar em um local baixo para que não tenha muitos problemas para encher devido à fraca pressão. Porém, a adoção da cisterna não exclui o uso da caixa d’água, que nesse caso será o reservatório superior.

Nesse sistema que utiliza dois reservatórios, a cisterna é abastecida pela rede pública e a caixa da água é abastecida pela cisterna. Com isso, é obrigatório o uso de um sistema elevatório para fazer a água do reservatório inferior subir para o reservatório superior. Sendo necessária a instalação de uma bomba de recalque.

É importante dizer que a utilização desse sistema com dois reservatórios só é indicado para aqueles locais onde realmente há um problema devido a baixa pressão da rede pública de abastecimento. O ideal mesmo é ter um único reservatório. Isso porque esse Sistema de Abastecimento Indireto com Bombeamento leva a um aumento no consumo de energia elétrica. Além de ser um investimento maior com os próprios reservatórios e as bombas utilizadas.

Agua_sem_forca
água sem força

4. Água sem força pode ser por causa de defeitos na bomba d’água

Se você usa o sistema hidráulico com dois reservatórios e uma bomba d’água, o problema da baixa pressão pode estar justamente na bomba que apresenta algum defeito.

Dentre os defeitos mais comuns na bomba d’água, que podem resultar ou não na diminuição da pressão da água, estão:

  • Instalação feita de maneira incorreta;
  • A bomba pode estar travada e, nesse caso, ela não gira;
  • A bomba girar no sentido contrário;
  • A rotação da bomba causar algum atrito;
  • A gaxeta pode ter sido muito apertada;
  • Não há tensão suficiente para alimentar a bomba;
  • Pode estar entrando ar no tubo;
  • A válvula de pé pode estar entupida;
  • O injetor da bomba pode estar obstruído;
  • A bomba utilizada não ser a correta para o sistema.

Tratando-se de alguma falha ou defeito na bomba, o ideal é entrar em contato com um técnico especializado. Sendo assim você evita problemas maiores, como a queima da bomba, por exemplo. Se tratando ainda das bombas, é importante escolher um bom modelo, de uma marca de qualidade e confiança. Isso vai garantir um bom resultado no sistema hidráulico da sua residência e nenhuma dor de cabeça!

Gostou do post? Ajudamos a identificar o problema com a pressão – ou melhor, falta de pressão – da água na sua casa? Separamos este artigo que explica melhor o que é pressão de água.