Aquecedores a gás: Evite acidentes com a temperatura de banho

Considerado um dos métodos mais eficientes e econômicos para o aquecimento instantâneo da água, os aquecedores a gás vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil. Especialmente os modelos digitais, que são mais modernos e possuem um display digital onde você pode configurar a temperatura de banho exata.

Apesar de ser um grande diferencial, muitas pessoas ficam com dúvidas no momento de fazer a programação da temperatura do banho. Será que a água vai ficar muito quente? Será que água não vai ficar muito fria? Qual a temperatura ideal pro meu banho? Esses são apenas alguns dos questionamentos que muitos usuários de aquecedores a gás tem.

Nesse artigo vamos esclarecer quais temperaturas de banho são indicadas para um banho confortável. E também a partir de qual temperatura devemos ficar atentos para evitar qualquer tipo de acidente.

Facilidades do aquecedor a gás digital

Além de configurar a temperatura ideal de banho, o aquecedor a gás digital possui outras características que o diferencia dos modelos mecânicos. A principal delas é a presença da placa eletrônica. Esse dispositivo, além de permitir a regulagem da temperatura exata de banho de acordo com o gosto e a necessidade de cada pessoa, aciona a ventoinha que libera faíscas e libera a passagem do gás para o acendimento da chama.

Outro ponto positivo do aquecedor a gás digital é que pelo seu painel eletrônico também são mostrados códigos de erros, o que inegavelmente facilita muito a identificação de eventuais problemas.

Temperatura de banho ideal para não agredir a pele

No nosso dia a dia não é incomum ouvirmos relatos de clientes que nos questionam se determinadas temperaturas são suficientes para um banho confortável.

Dia desses um cliente questionou um dos nossos consultores sobre a temperatura máxima que um determinado aquecedor a gás era capaz de chegar. Nosso consultor esclareceu que a temperatura máxima daquele equipamento era de 60º Celsius. O cliente então disse que isso era muito baixo. Então tivemos que explicar para ele que para uso residencial de banho e outras práticas cotidianas, 60º era até muito. Que um banho confortável, mesmo nos dias mais frios não passa de 46º, mesmo para pessoas que realmente adoram banhos bem quentes.

Já os dermatologistas são unanimes em afirmar que uma temperatura de no máximo 44º graus é a ideal para eliminar as impurezas da pele e dessa forma usufruir de um banho relaxante.

E do mesmo modo como o cliente que citamos acima, no inverno ou mesmo nos dias mais frios, muitos consumidores configuram a temperatura no display digital “no escuro”, sem saber ao certo como a temperatura vai chegar no chuveiro ou nas duchas. E isso pode ocasionar acidentes, como por exemplo queimaduras na pele.

Por isso é importante saber a partir de qual temperatura a água pode queimar a nossa pele, tendo uma noção de qual a temperatura será programada no display do aquecedor a gás. Apesar da temperatura de banho ser algo muito relacionado a gosto pessoal, nos dias mais frios temperaturas de 43º ou 44º já são suficientes para um banho quente, confortável e o principal: sem queimar a pele!

Aquecedores a gás: Evite acidentes com a temperatura de banho - Aquecenorte

Temperaturas de banho que podem queimar nossa pele

Nos dias mais frios é normal querer usufruir de todos os benefícios que os aquecedores a gás podem proporcionar. Mas é preciso ficar atento para a temperatura da água não agredir nossa pele. A temperatura em 49ºC demora um pouco mais de 5 minutos para gerar queimaduras graves em nossa pele. Já uma temperatura configurada em 52ºC demora cerca de 1 a 2 minutos para ocasionar as queimaduras.

Muitas pessoas não fazem a mínima ideia de qual temperatura programar para ter um bom banho bem quente, e optam pelas temperaturas mais altas possíveis. Mesmo que você costume misturar água fria na hora do banho, especialmente no caso de crianças e idosos, não é prudente usar o aquecedor acima de 46ºC.

Infelizmente em muitas situações não existe tempo hábil de reação, e as consequências podem ser gravíssimas. Pensando nisso separamos uma imagem para ajudar a esclarecer a relação entre as temperaturas e o tempo necessário para ocasionar queimaduras na pele.

Relação Tempo/Temperatura em Casos de Queimadura

Temperatura da ÁguaTempo para Gerar Queimadura Grave
49°CMais de 5 minutos
52°C1-1/2 a 2 minutos
54°CCerca de 30 segundos
57°CCerca de 10 segundos
60°CMenos de 5 segundos
63°CMenos de 3 segundos
66°CCerca de 1-1/2 segundos
68°CCerca de 1 segundo

 

Danos causados pela água quente na pele

A água quente de forma excessiva além de poder queimar nosso corpo também é prejudicial para a nossa pele de outras maneiras. Isso porque a água quente retira parte da barreira protetora da pele. Ao longo do tempo isso provoca o ressecamento da pele, além de causar coceiras. Justamente por isso é muito importante ficar atento ao tempo de banho. Você pode usufruir de todos os benefícios que um bom banho quente pode proporcionar, porém não precisa exagerar e tomar banhos muito longos. De acordo com os dermatologistas, a pele vai “derretendo” e perdendo a sua camada protetora se a água estiver acima de 44ºC.

O fator idade também influencia nesse processo. Isso devido ao fato de que em pessoas mais jovens a camada protetora da pele acaba se renovando de forma mais rápida. Já para as pessoas mais velhas é um pouco mais complicado. Já que os banhos muito quentes podem deixar a pele irritada e seca.

Você pode conferir outro artigo em nosso blog onde apresentamos várias dicas para evitar o ressecamento da pele.

Aquecedores a gás: Evite acidentes com a temperatura de banho - Aquecenorte

Importância do equilíbrio na hora de escolher a temperatura de banho 

O mais importante é ter equilíbrio na hora de configurar a temperatura exata com a qual pretende tomar banho. Você não precisa abrir mão do seu banho quentinho, mas é importante saber que a partir de 49ºC você já pode ter problemas. Não é necessário configurar uma temperatura extremamente alta. Até porque isso acaba fazendo com que os aquecedores a gás apresentem problemas.

Usar o equipamento sempre em suas capacidades máximas diminui sua vida útil, já que para o uso residencial ele não foi feito para trabalhar dessa maneira o tempo todo. Ou seja, além de se queimar você pode comprometer a vida útil do equipamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *