As melhores maneiras para regular seu aquecedor a gás digital e mecânico

As melhores maneiras para regular seu aquecedor a gás digital e mecânico
Ivan Barion Por:
Data de postagem Tempo aproximado de leitura 6 min
Powered by Cia Web Sites

Veja dicas para saber como regular seu aquecedor de forma eficiente.

Evite desperdício de gás e se mantenha seguro: entenda a importância da regulagem dos aquecedores.

Seja mecânico ou digital, aquecedores precisam de atenção na regulagem. Confira.

Como fazer a regulagem correta do meu aparelho a gás? Trazemos dicas para melhor eficiência.

A vida moderna nos traz inúmeros benefícios, principalmente nas questões tecnológicas. E, dentre as comodidades que temos disponíveis atualmente, estão os aquecedores a gás. Apresentados, principalmente, nos modelos digital e mecânico. Eles cumprem inúmeras funções, sendo amplamente utilizados para aquecimento de água para o banho, recreativo, higiênico, entre outras funções.

Mas, para aproveitar o melhor que os aquecedores a gás têm a oferecer, é preciso saber fazer a regulagem correta do equipamento. Isso contribui para uma maior vida útil. Além da economia com gás, permitindo a potencialização de suas características próprias. O que muitas pessoas ainda têm dúvida em relação aos aquecedores a gás digital e mecânico é:

Quais são as melhores maneiras para regulá-los?

É isso que a Aquecenorte, especialista no assunto, traz neste artigo.

1) Evite regular seu aquecedor na temperatura máxima

Este é um fator que acaba fazendo com que os aquecedores a gás, sejam mecânicos ou digitais, apresentem problemas. Usar o equipamento sempre em suas capacidades máximas diminui sua vida útil, já que para o uso residencial ele não foi feito para trabalhar dessa maneira o tempo todo. Sobretudo, eles desperdiçam o recurso de uma maneira assustadora, principalmente porque trabalharão em conjunto com a água fria e a temperatura precisará ser regulada, da mesma forma que seria em níveis mais baixos.

Exemplificando: se você tem duas vazões autônomas na sua casa – uma quente e outra fria – e, toda vez que vai tomar banho precisa regular a temperatura através da segunda torneira, estará gastando mais de gás, pois trará maior consumo de calor (advindo do aquecedor). Isto porque é possível ter uma maior eficiência quando a regulagem é padrão apenas para a vazão de água quente, não necessitando abrir a torneira de água fria.

regular_seu_aquecedor
como regular seu aquecedor

2) Otimize o consumo de gás

Quando você tem um aquecedor mecânico, em determinados casos, pode parecer complicado, nas primeiras vezes, encontrar a temperatura ideal. Muitos deixam a água extremamente quente e, na sequência, vão liberando a fria, até o ponto que as agrada. Não faça isso: em todos os casos você irá gastar mais gás e causará outro problema, como o desequilíbrio hidráulico.

Powered by Cia Web Sites

Procure um ponto de regulagem no aparelho que utilize apenas a água quente. Os modelos atuais já começam a partir de 32°C, que é uma temperatura próxima a do nosso corpo – o ideal, em boa parte do ano, é uma margem entre 38ºC e 42ºC. Com a chegada do inverno, vá aumentando, pouco a pouco, de maneira manual (mecânica) ou diretamente no display (digital) até encontrar o ponto ideal, evitando consumo excessivo de gás.

3) Atenção à chama e ao display

Uma regulagem efetiva de aquecedores a gás mecânicos pode ser observada através da chama. No caso de modelos digitais, a atenção deverá se restrita quando o próprio dispositivo apitará, através do autodiagnóstico, quando há defeitos e/ou mau funcionamento. O uso eficiente do equipamento mostrará chamas azuladas e constantes, sem interrupções – e isso pode ser feito no próprio aparelho, como indicado nos tópicos anteriores.

Caso a chama apresente um tom amarelado, volte a sua atenção à regulagem – os digitais já fazem a indicação nos próprios displays sobre os níveis, mas nos mecânicos é essencial que você regule da maneira correta, evitando desperdícios e que os aquecedores diminuam sua vida útil pela má utilização do equipamento. Em determinados casos, a assistência técnica deverá ser chamada, se o problema persistir.

4) Dê atenção ao manual do usuário para regular seu aquecedor

Esse é outro problema que muitos desprezam e, por isso, não conseguem fazer a melhor regulagem do seu aquecedor a gás. Principalmente nos aparelhos mecânicos, leia as indicações do fabricante para a regulagem efetiva, assim aproveitando ao máximo o que ele tem a oferecer.

Nos equipamentos digitais, entenda e aplique a temperatura ideal, devido a simplicidade do equipamento – mas, sempre de olho nas especificações técnicas. Dê a atenção devida ao manual, em ambos os casos, para as modalidades de operação que o equipamento traz – que vão desde a temperatura até quais são as regulagens corretas em cada caso, como banho e utilização da água em torneiras.

regular_seu_aquecedor
como regular seu aquecedor

5) Utilize aparelhos certificados e modernos

Um passo importante para uma regulagem efetiva – e menos desperdício de gás – é comprar aparelhos que sejam modernos e obtenham a certificação de órgãos competentes. Assim como o Selo Conpet de eficiência energética. Programa do Governo Federal criado em 1991, ele é especializado em produtos que utilizam de gás natural e derivados do petróleo, diferente do Procel, que é aquela etiqueta que vai nos seus eletrodomésticos.

Efetivamente, como o Selo Conpet contribui para uma regulagem padrão de aquecedores digitais e mecânicos? Eles são feitos para evitar o desperdício do recurso natural que irá ser utilizado na sua casa ou indústria, através de sensores que indicam quando é necessário fazer a regulagem. E, em determinados aparelhos, até cessando quando se ultrapassa o limite de consumo estabelecido seguro pelos órgãos competentes.

Geralmente os equipamentos com o Selo têm maior eficiência com aquecedores digitais, pois esses podem ser integrados. Mas, não se preocupe se você tem um aquecedor a gás mecânico. Há diversos produtos feitos sob medida para que a regulagem seja realizada da maneira mais eficiente possível. Por fim, outro selo, o do Inmetro, é indispensável para garantir a segurança do seu aquecedor.

6) Atenção ao equipamento

Por fim, é importante dizer que o problema, muitas vezes, não está na regulagem, e sim no equipamento a gás. Dessa forma, observe se a chama continua acesa e a sua tonalidade. Além de descobrir possíveis vazamentos que tornam o aparelho menos eficiente e seguro. Quando a sua regulagem padrão não está funcionando, o ideal é chamar uma equipe técnica especializada para entender o que está acontecendo. E assim, resolver o problema.

Algumas dicas para regular seu aquecedor

Para melhor eficiência dos aquecedores a gás, tanto digitais quanto mecânicos, procure empresas especializadas. Empresas essas que vão desde a venda do produto, passando pela instalação e terminando no pós-venda, que é necessário para qualquer problema que surja. Dessa forma, a regulagem, após algum tempo, será padrão e você economizará ainda mais gás do que o consumo comum.

Se você está em dúvida em qual equipamento escolher – digital ou mecânico – confira está postagem do blog da Aquecenorte que traz dicas e características próprias de cada um. Da regulagem ao consumo, nosso compromisso é oferecer os melhores serviços para você.

Powered by Cia Web Sites

Ivan tem mais de 7 anos trabalhando na Aquecenorte na área de marketing, onde escreveu dezenas de artigos sobre aquecedores a gás e sistemas de aquecimento no geral e respondeu centenas de dúvidas dos leitores de todo o Brasil.

125 comentários em "As melhores maneiras para regular seu aquecedor a gás digital e mecânico"

  1. Bruno disse:

    Meu aquecedor lorenzeti a água sai quente demais, a vazão do gás está no mínimo mas quando regulo a vazão da água no próprio equipamento, ele não acende. Só acende quando a vazão da água está no mínimo

    1. Ivan Barion disse:

      Boa tarde Bruno, tudo bem?

      Pelo relato do senhor, muito provavelmente é um problema de baixa pressão de água.

      O senhor mora em casa ou apartamento? Esse tipo de problema é bem comum de acontecer em casas e apartamentos no ultimo ou penúltimo andar.

  2. Maria Osana de Oliveira Pina disse:

    Bom dia,
    Moro num apartamento e tem o ocorrido problemas nas bombas e com isto faltado água na minha unidade ou a água vem bem fraca.
    O meu aparelho é Harman.
    Acontece que queimou a placa mãe do aparelho por tem funcionando sem água dentro.
    Fui informada que se eu for tomar banho e se não entrar água ou entrar pouca água dentro do aparelho qdo for acionado, queimará a placa mãe do aparelho novamente.
    Isto procede?
    A falta de água pode danificar o aparelho qdo for acionado?

    1. Ivan Barion disse:

      Bom dia Maria, tudo bem?

      Essa informação não procede. A placa do aquecedor a gás não queima por conta de “funcionar sem água dentro”. Na verdade, o aquecedor não consegue nem funcionar. Explico:

      Os aquecedores a gás possuem um componente chamado fluxostato. Esse componente, como o nome sugere, é responsável por detectar o fluxo de água e então dar o comando para outros componentes ligarem (em caso de haver fluxo) ou desligar (em caso de não haver fluxo).

      Logo se não houver fluxo de água ou até tem fluxo, mas o mesmo está fraco, o fluxostato não ativa.

      Via de regra ar na tubulação (que é um sintoma comum quando a gente tem caso de falta de água recorrente) não é capaz de ativar o fluxostato. E mesmo que tivesse, o equipamento superaqueceria e seus dispositivos de segurança detectariam isso e interromperiam o funcionamento.

      O mais comum de acontecer nesses casos é o seguinte:

      Como o nível da água na caixa d’água desce muito, a sujeira que fica acumulada no seu fundo se agita e acaba descendo pelos canos de consumo. Essa sujeira pode sim se acumular no aquecedor a gás, e não é incomum nesses casos a sujeira danificar e/ou trabalhar o fluxostato.

      Nesses casos é necessário destravar o fluxostato ou as vezes até substitui-lo completamente. Mas esse problema não tem relação com a placa.

      E já que é algo recorrente também podemos evitar esses travamentos instalando um filtro na entrada de água do aquecedor a gás. Ele gera um inconveniente de em tempos em tempos ter que solta-lo para a limpeza. Mas ele evita um problema maior.

      E sinto informar, mas pela orientação que a senhora recebeu há chances de ter sido vítima de uma empresa de má fé. Infelizmente não é incomum vermos situação onde o fluxostato trava, e a empresa se valendo da leiguice do cliente, então empurrar uma nova placa, que é o componente mais caro do equipamento.

      Espero ter ajudado,

  3. Thales Pereira Migon disse:

    Prezados, boa tarde.

    Temos um lorenzeti de 1600 numa casa geminada e o mesmo está atingindo uma temperatura de 41/42° mesmo no verão.
    Temos um presurizador tp 80 junto ao mesmo.
    Conseguem me orientar?

    att.,

    1. Ivan Barion disse:

      Bom dia Thales, tudo bem?

      O seu aquecedor a gás é o LZ 1600D digital? Se sim, qual a temperatura configurada no equipamento? E o registro de água está sendo aberta completamente ou parcialmente? E por fim, em qual localidade fica a residência do senhor? É aqui mesmo em São Paulo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja notificado sobre
nossas novidades e promoções
  • As melhores maneiras para regular seu aquecedor a gás digital e mecânico
  • As melhores maneiras para regular seu aquecedor a gás digital e mecânico