Meu aquecedor a gás parou de funcionar. E agora?

Poucas coisas são mais revigorantes e relaxantes do que tomar um bom banho quente depois de um dia de trabalho intenso. No entanto, todas essas boas sensações tendem a cair por terra quando abrimos o registro e percebemos que não tem água aquecida saindo da ducha.

Se você tem um sistema de aquecimento a gás como fonte de água quente, é bem provável que o aquecedor tenha parado de funcionar corretamente. Seja por conta da instalação errada, defeito de algum componente ou problema de funcionamento de alguma parte do sistema. Mas o que pode ter acontecido e o que fazer nessa situação? Veja nesse artigo quais as providências a serem tomadas.

Como funciona o aquecedor a gás

Para entender os possíveis motivos que fizeram seu aquecedor a gás parar de funcionar. É importante entender como funciona todo o sistema. Podemos comparar o aparelho com um fogão. Já que existe uma fonte de calor alimentada por gás natural (GN) ou gás liquefeito do petróleo (GLP) utilizada para aquecer a água que passa pelas torneiras e chuveiros da residência.

Existem dois tipos de aquecedores, que se diferem pela maneira como fornecem água quente para seus usuários. O primeiro é o de passagem ou instantâneo. Que recebe esse nome pelo fato de que o aumento da temperatura do fluxo é feito no momento em que o aparelho é acionado.

Para isso, a chama alimentada pelo gás promove o aquecimento de uma bobina por onde a água passa. Nesse momento, ela aumenta sua temperatura de maneira instantânea e logo vai para a saída onde foi acionada, como a ducha ou a torneira do banheiro.

 

Aquecedor a Gás Parou

 

O outro tipo de aquecedores a gás são o boilers. Onde a água fica armazenada em um reservatório e é aquecida pela chama produzida por um tubo no centro de um cilindro.

Este artigo tem como objetivo principal os aquecedores de passagem. Se você chegou aqui procurando saber mais sobre sistemas de acumulação (boiler), clique aqui e sabia mais.

Problemas mais comuns

O aquecedor a gás pode apresentar problemas de funcionamento e até parar de funcionar adequadamente. E isso causa um grande incômodo, não somente pelo fato de ficar sem água quente. Mas também porque pode ser que você precise de ajuda de um profissional.

Desequilíbrio Hidráulico

Um dos problemas mais comuns é chamado de desequilíbrio hidráulico. Em outras palavras, a água fica morna ou simplesmente se mantem fria. Isso acontece porque a água fria, vem direto da caixa d’água ou do fornecimento da rua. Logo possui uma pressão maior do que o fluxo de água quente que vem do aquecedor a gás.

Não é incomum que a água fria “domine” o encanamento e bloqueie a passagem da corrente quente do aquecedor. Como não há mais fluxo e o sistema instantâneo é acionado somente com o escoamento de água, ele interpreta isso como fechamento do registro e desliga.

aquecedor a gás parou

Falta de Gás

Outra situação muito comum é a falta de gás. Que simplesmente impede o aquecedor de funcionar. Neste caso, pode ser um problema de abastecimento da companhia de gás na sua cidade. Ou um problema na estrutura de distribuição do condomínio onde mora, como registro geral fechado. Fique atento com um possível vazamento. Já que o gás natural (GN) e o gás liquefeito de petróleo (GLP) são tóxicos e inflamáveis. Podendo ainda causar acidentes.

aquecedor a gás parou

Aquecedor desliga após um tempo funcionando

Além disso, muitos usuários costumam relatar problemas de funcionamento em que o aquecedor a gás é acionado. Mas ele desliga após um tempo. Essa situação pode ter origem em dois problemas.

Um deles é a insuficiência de gás. Se o seu sistema é alimentado por botijões. É um indicativo de que eles precisam ser trocados ou podem apresentar algum vazamento. Porém, se o seu fornecimento é por encanamento, a pressão do gás pode estar mais baixa do que a necessária para fazer o aquecedor funcionar corretamente. Nesse caso o problema pode estar no medidor de gás.

A outra causa de mau funcionamento do aparelho pode estar relacionada a problemas em algum componente. O mais comum é a ventoinha. Ela é a responsável pela eliminação do monóxido de carbono resultante da queima do gás. Seja por uso excessivo, instalação errada ou desgaste natural da peça.

aquecedor parou

O que fazer nesses casos

Arrumar aquecedor a gás com defeito é uma situação que demanda o suporte de um profissional especializado. Esses aparelhos apresentam riscos iminentes, como superaquecimento, vazamentos e explosões, que podem colocar a integridade em perigo se não forem manipulados corretamente.

Assim, se o problema for o desequilíbrio hidráulico, faça a regulagem da temperatura no próprio sistema e deixe-a em uma situação confortável para todos os usuários. A prática de abrir o registro de água quente primeiro e depois diminuir a temperatura com o fluxo frio não é indicada, porque, além do consumo ser bem maior, pode ocasionar no desequilíbrio hidráulico descrito anteriormente.

Em caso de problemas no abastecimento, ligue para a companhia de gás ou contate o responsável no seu condomínio (se a fonte de gás for externa). No caso de botijões, veja se não há vazamentos ou, se não houver mais gás, faça a troca por um novo.

Se o aparelho apresentar algum defeito, chame a assistência técnica autorizada para identificar as falhas e fazer os reparos. Jamais tente resolver o problema por conta própria, pois isso pode ser muito perigoso.

Uso correto e manutenção

aquecedor parou

Para evitar qualquer problema, o mais recomendado é que você utilize o seu aquecedor a gás da maneira indicada nos manuais do aparelho. Isso prolonga a vida útil de todo o sistema e reduz a possibilidade de problemas no funcionamento.

Além disso, é essencial que você faça uma manutenção preventiva regularmente. Para isso, entre em contato com a assistência técnica autorizada pela marca do seu aquecedor a gás e fique de olho caso encontre algum defeito.

Se você ficou interessado em ter um aquecedor a gás, preencha o nosso formulário de orçamento. Nossos especialistas vão oferecer a melhor solução para sua residência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *