Como ter um aquecedor a gás em casa?

Que os aquecedores elétricos consomem uma grande quantidade de energia a maior parte dos consumidores já sabe. O problema é que os gastos, segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), podem atingir um valor superior ao do aparelho. E isto considerando apenas a conta mensal. É por conta disso que possuir um aquecedor a gás em casa é desejo de muitas pessoas.

Afinal, quem não deseja água quente aliada a uma conta de luz mais barata? No sul do país, em cidades como Curitiba, a instalação deste equipamento tem se popularizado. Ele ocupa pouco espaço e pode ser empregado em casas ou apartamentos. Trata-se ainda por cima de um produto com alta durabilidade: em torno de 10 a 15 anos de vida útil. Atualmente, estes aquecedores também apresentam preços mais competitivos.

Embora eles sejam relativamente simples de se introduzir em um ambiente doméstico, é necessário atender a alguns critérios. Para quem se pergunta como ter aquecedor em casa, a rigor não existe norma que exija instalação feita apenas por técnicos.

No entanto, por trabalhar com gás, há riscos de explosão, intoxicação e outros acidentes. Motivo pelo qual os fabricantes recomendam que profissionais especializados lidem com o processo. Fora isso, esteja atento aos detalhes seguintes antes de adquirir o produto.

Aquecedor a gás em casa: o que é preciso para fazer a instalação?

Aquecedor_a_gas

Para instalar um destes aquecedores em casa você precisará, antes de qualquer coisa, ter um ponto de gás. A capacidade em litros determinará o número de pontos que poderão ser abastecidos. Com 22 litros, por exemplo, a sua residência terá disponibilidade de dois pontos de duchas de até 11 litros cada. O lugar mais comum para a instalação é área de serviço.

A razão está descrita na NBR 13.103 – a norma para Instalação de aparelhos a gás para uso residencial. Esta norma determina que os ambientes para estes aparelhos devem ser bem ventilados e com baixa circulação de pessoas. Quartos, salas e banheiros são proibitivos. Se o local escolhido for externo, também é necessária a proteção do equipamento contra os efeitos do clima.

A tubulação da central é aparente e ajuda a dispersar o gás, além de facilitar eventuais reparos em caso de vazamento. Com relação aos tubos, é preciso que sejam do tipo adequado, com revestimento térmico, para não comprometer a segurança.

Você também precisará da tubulação necessária para receber o aquecedor a gás. A tubulação de gás e as tubulações de água fria e água quente. Já os pontos que o aquecedor a gás alimenta com água quente, sejam duchas ou torneiras, precisam ser equipados com misturador e dois registros de água, fria e quente.

No entanto temos a exceção das torneiras conhecidas como monocomando, que como o nome sugere, possuem apenas um registro onde você pode controlar tanto a água fria quanto a água quente.

Vale frisar que torneiras monocomando e torneiras gourmet precisam de uma atenção especial, pois esse tipo de equipamento costuma precisar de um bom nível de pressão para acionar o aquecedor a gás.

Conheça os tipos de aquecedor a gás

Antes de ter um aquecedor a gás em casa, saiba que há dois modelos que servem para este ambiente. São eles o aquecedor por passagem (também conhecidos como aquecedores instantâneos) e por acumulação (boilers).

Não menos importante é conhecer o tipo de gás para o qual é voltado o seu equipamento. Cada modelo de produto apresentará um tipo específico de gás com que poderá trabalhar. Há equipamentos para botijão (GLP) ou encanado (GN). Quaisquer mudanças no tipo de gás demandam conversão do aparelho. O processo envolve substituição de peças e nova regulagem.

Ignorar estes detalhes oferece riscos e diminui o rendimento do aquecedor. Lembrando que a resolução posterior destes problemas costuma ser de alto custo. Portanto, não use este equipamento fora da combinação indicada pelo fabricante. Além disso, o bom funcionamento do sistema também depende de um correto dimensionamento.

Dimensionando aquecedores: quantos pontos serão alimentados

Aquecedor_a_gas

Se você quer saber como ter aquecedor em casa, também precisa saber dimensionar o seu uso. Para começar, determine quantos pontos serão alimentandos ao mesmo tempo e a que distância estes se encontrarão do aparelho. Depois conheça a vazão dos pontos. Uma ducha, por exemplo, costuma ter de 8 a 12 litros por minuto em um fluxo ideal. Supondo uma medida de 10l/min em um único ponto, o aquecedor necessário deve possuir pelo menos 10 litros de capacidade.

Se dobrarmos o número de duchas e mantivermos cada uma com a mesma vazão, precisamos aumentar a capacidade do aquecedor. Neste caso, ele deve ter pelo menos 20 litros por minuto de capacidade. E assim continua a lógica para outras configurações possíveis.

Aqui, como no resto, recomenda-se fortemente a atuação de um técnico capacitado para fazer uma análise da sua real necessidade.

Por fim, tenha em vista que apesar de gastar menos energia, as duchas do aquecedor a gás costumam ter um maior consumo de água que os chuveiros elétricos mais simples que achamos no mercado. Enquanto uma ducha padrão costuma ter uma vazão de 8 a 12 litros de água por minuto, um chuveiro elétrico costuma ter de 4 a 6 l/min.

Mas além das duchas econômicas que possuem uma vazão mais baixa que a média também temos a opção de instalar restritores de vazão nas duchas. Esses restritores consistem em uma peça que é instalada dentro da ducha e diminuem drasticamente a vazão de água, assim reduzindo o consumo da ducha.

Quer ter um destes aquecedores em casa? Então aproveite para entrar em contato!

Aquecedor_a_gas

Certifique-se de atender a todos os requisitos descritos acima para instalar este tipo de aparelho na sua residência. Quando bem instalado, este é um sistema bastante seguro. Ele pode ser comparado ao aquecimento elétrico e também sai na frente por não depender de luz. Não esqueçamos ainda que o gás é muito mais barato do que a energia elétrica, ainda mais depois dos ajustes constantes que nossa conta elétrica tem recebido.

Além de tudo que dissemos, vale procurar um fornecedor de confiança para adquirir este produto. Você deseja um aquecedor a gás em casa? Então preencha um formulário de orçamento para descobrir quanto custa o aparelho ideal para a sua residência. Aproveite para tomar banhos confortáveis e ter água quente à vontade gastando menos eletricidade.

 

[pt_view id=”52ce646f9a”]

 

    • Bom dia Ricardo. Muito obrigado pelo contato. É importante ressaltar que o ambiente deve atender os requisitos mínimos para instalação de aquecedor a gás.
      Deve ser um ambiente permanente e com saída de exaustão para o monóxido de carbono.
      Se o seu sótão atender a esses requisitos básicos de segurança, você pode instalar o equipamento normalmente.
      Aproveito sua dúvida para compartilhar um artigo em que focamos nos perigos da má instalação de aquecedores a gás:
      https://aquecenorte.com.br/blog/ma-instalacao-de-aquecedores-a-gas/

      Estou à disposição para eventuais esclarecimentos.

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *