Como funciona o aquecedor a gás?

No Brasil os aquecedores a gás não são tão populares quanto os chuveiros elétrico. Apesar disso estar mudando, principalmente em cidades como São Paulo, muita gente não faz ideia de como funciona o aquecedor a gás.

O aquecedor a gás ainda é uma das formas mais comuns de tornar o banho mais agradável e confortável. Isso porque ele tem uma característica diferente em relação ao chuveiro elétrico, que é a capacidade de ter temperaturas maiores e mais estáveis. Por conta disso, o prazer de tomar um banho bem quente é muito maior.

Afinal, como funciona o aquecedor a gás?

De uma maneira mais geral, os aquecedores a gás tem o funcionamento parecido com o de um fogão.

Eles possuem um queimador envolvido por uma serpentina, na qual circula a água a ser aquecida. Os queimadores são como as bocas de um fogão, só que muito mais potentes, enquanto que a serpentina basicamente são canos por onde a água circula. Conforme a água passa ela é gradualmente aquecida por esse fogo enquanto circula pela serpentina.

Os aquecedores a gás possuem um componente chamado fluxostato. Esse componente é responsável por detectar o fluxo de água e dar o comando para o aquecedor a gás liberar gás ao mesmo tempo que uma faísca é acionada para acender o fogo.

Ou seja, quando você abre algum registro de água quente a água, que normalmente vem da caixa d’água, entra de um lado do aquecedor a gás acionando o fluxostato que por sua vez aciona a chama.

O fluxostato também é responsável por manter o gás aberto, que por sua vez mantém a chama acesa, durante todo o período de uso. A água então percorre um caminho em volta do queimador onde é aquecida, depois sendo conduzida para os pontos de água quente como duchas e torneiras.

Como você deve ter notado a água passa dentro do aquecedor e é por isso que seu nome oficial é aquecedor de passagem. E esse processo acontece muito rápido, em questão de poucos segundos a água já está saindo quente do outro lado. Esse e é o motivo de outro apelido que esse tipo de equipamento ganhou: aquecedor a gás instantâneo.

Como funciona o aquecedor a gás? - Aquecenorte

Pressão e volume mínimo de acionamento

Como comentamos no tópico anterior os aquecedores a gás possuem um componente chamado fluxostato responsável por detectar o fluxo de água e acionar o funcionamento do equipamento. No entanto o fluxostato precisa de uma pressão de água mínima e um volume de água mínimo para acionar. Caso contrário ele é incapaz de detectar o fluxo e a água passa pelo aquecedor sem ligá-lo.

Pressão de água mínima para o acionamento

A pressão nada mais é que a força da água. Sendo assim se a água chegar sem força ao aquecedor a gás ele simplesmente não aciona. E isso pode acontecer por vários motivos, como sua caixa d’água não estar instalada alta o suficiente ou até mesmo alguma obstrução por sujeira na tubulação de água que cause uma diminuição dessa pressão.

Dependendo do seu caso é até necessária a instalação de bombas pressurizadoras de água para aumentarmos a pressão.

Esses valores de pressão mínima de acionamento variam de modelo para modelo, sendo normalmente algo entre 2 e 4 m.c.a para modelos de aquecedores a gás digitais, que são um pouco mais sensíveis e 2 a 6 m.c.a para versões mecânicas.

Caso deseje saber mais como funciona a pressão da água você pode acessar esse outro conteúdo que produzimos!

Volume de água mínimo para o acionamento

Assim como a pressão mínima o fluxostato também precisa de um volume (ou vazão) mínima de água para acionar. Ou seja, se tiver pouca água passando através do aquecedor a gás ele não acionará.

Na prática isso significa que se, por exemplo, você abrir muito pouco o registro de uma torneira o aquecedor a gás nem liga.

E assim como no caso da pressão esse volume mínimo para o acionamento vária de modelo para modelo. Mas aqui as coisas se invertem. Os aquecedores a gás digitais em média precisam de uma vazão mínima de 3,5 litros de água por minuto para funcionarem, enquanto os aquecedores a gás mecânicos precisam em média de apenas 2 litros.

Como funciona o aquecedor a gás - Aquecenorte

Tipos de Gás 

Assim como nos fogões a chama dos aquecedores a gás é alimentada por gás. E os aquecedores a gás trabalham com dois tipos diferentes de gás: o gás natural (GN) e o gás liquefeito de petróleo (GLP).

O gás natural (GN) é popularmente conhecido como gás encanado. E aqui em São Paulo ele é fornecido pela COMGÁS, mas é menos conhecido que sua contraparte já que é relativamente novo por aqui, além de não estar disponível em todos os lugares.

Já o gás liquefeito de petróleo (GLP), que como o nome sugere é um produto derivado do petróleo, é muito mais comum no Brasil, estando presente na grande maioria dos lares. É o famoso gás de botijão.

Vale ressaltar que cada tipo de gás exige um aquecedor a gás equivalente. Já que até o momento não existem aquecedores a gás capazes de trabalhar com ambos os tipos de gás. E na hora de comprar seu aquecedor a gás você precisa ficar muito atento a qual tipo de gás está disponível na sua residência. Trabalhar com o tipo de gás errado além de mal funcionamento pode danificar o equipamento e até causar acidentes.

Ainda assim se você por acidente acabar adquirindo o aquecedor a gás para o tipo de gás errado é possível fazer a conversão do equipamento. No entanto isso possui um custo, já que esse tipo de serviço não é coberto pela garantia e exige troca de componentes e mão de obra especializada. Mas é uma solução no caso de você não conseguir trocar o equipamento ou até se precisar se mudar para um lugar que utiliza o outro tipo de gás.

Caso queira saber um pouco mais sobre as características e diferenças de cada gás separamos esse artigo aqui!

Aquecedores a gás mecânicos e Aquecedores a gás digitais

A medida que você se informar mais sobre os aquecedores a gás vai notar que existem diversas características que acabam classificando cada equipamento, como por exemplo o tipo de gás que citamos no tópico acima. Mas talvez a mais marcante diz respeito a seu tipo de tecnologia.

Podemos dividir os aquecedores a gás em dois tipos básicos de tecnologias. As versões mecânicas, mais antigas e simples, e as versões digitais, mais modernas e com mais recursos.

Como funciona o aquecedor a gás - Aquecenorte

Como funciona o aquecedor a gás mecânico

Nos aquecedores a gás mecânicos o controle da chama e o fluxo da água são feitos de forma totalmente manual. Ou seja, para você aumentar o fluxo de água ou o tamanho da chama você deve regular manualmente através de seus botões. Nesse sentido ele é bem parecido com os fogões, onde você controla o tamanho da chama.

E mesmo sendo mais simples, uma das grandes vantagens dos aquecedores a gás mecânicos é o fato da grande maioria trabalhar com pilhas. Isso garante seu banho quente mesmo durante uma queda de energia elétrica, mas a consequência negativa é que a exaustão de seus gases queimados é natural (falaremos mais sobre isso a frente).

Como funciona o aquecedor a gás - Aquecenorte

Como funciona o aquecedor a gás digital

Já os aquecedores a gás digitais possuem uma função de chama automodulante. Essa função regula a chama automaticamente através de uma placa eletrônica, que também controla o fluxo de água. Então no caso dos aquecedores a gás digitais você só configura a temperatura desejada em seu display digital e o equipamento automaticamente controla o tamanho da chama e o fluxo de água para atingir a temperatura estipulada.

Evidentemente, quanto mais fria a água, maior e mais potente é o fogo necessário para seu aquecimento. Sendo assim gasta-se mais gás também.

A desvantagem dos aquecedores a gás digitais em relação as versões mecânicas é que eles são ligados a tomada e por isso precisam de energia elétrica para funcionarem. No entanto isso traz muitas vantagens como o ajuste preciso de temperatura no próprio equipamento.

Diferente dos aquecedores a gás mecânicos, aqui se você abrir mais ou menos o registro de água não vai alterar a temperatura do seu banho, isso porque a chama automodulante vai compensar essa diferença automaticamente.

Por mais que as versões digitais e mecânicas sejam similares de como funciona o aquecedor a gás, o funcionamento específico do aquecedor a gás varia um pouco.

E caso queira saber mais sobre as vantagens e desvantagens de cada tipo de aquecedor separamos mais este artigo para você!

Como funciona o aquecedor a gás - Aquecenorte

 

Exaustão dos Gases

Os aquecedores a gás produzem uma chama muito potente para aquecer a água tão rapidamente. A consequência disso é que eles consomem uma quantidade razoável de gás. Por sua vez todo esse gás depois de queimado precisa ser conduzido para fora do equipamento, e no caso dos aquecedores a gás instalados em um local fechado, também precisam ser conduzidos para fora da residência.

É por isso que os aquecedores possuem aquela abertura na parte superior do equipamento. Já que por ali são liberados todos os gases queimados: o dióxido de carbono (CO2) e o monóxido de carbono (CO).

O acúmulo desses gases pode ser prejudicial a saúde, especialmente no caso do monóxido de carbono que é tóxico (e pode ser letal), por isso a importância de conduzir esses gases para um local ao ar livre.

Inclusive escrevemos um artigo alertando sobre os perigos do monóxido de carbono. Você pode acessá-lo clicando aqui!

Os aquecedores a gás possuem basicamente dois métodos de eliminar seus gases queimados: a exaustão natural e a exaustão forçada.

Exaustão Natural

Todos os aquecedores a gás mecânicos com funcionamento a pilha possuem exaustão natural.

Nesse tipo de exaustão os gases queimados são conduzidos naturalmente para fora do equipamento. Isso porque os gases a esquentarem ficam mais leves que o ar e sobem. A desvantagem disso é que qualquer obstáculo pode impedir os gases de saírem do equipamento.

Tubulações um pouco mais extensas ou até mesmo incidência de vento podem fazer com que os gases não sejam capaz de sair pelo duto de exaustão.

Exaustão Forçada

Todos os aquecedores a gás digitais e as versões mecânicas que são ligadas a tomada possuem exaustão forçada.

Nesse caso o aquecedor possui uma ventoinha responsável por expulsar os gases. A vantagem disso é que os aquecedores a gás equipados com exaustão forçada são muito mais eficientes na expulsão dos gases e podem ser instalados em andares superiores ao 4º andar.

Você pode conferir um artigo específico sobre a exaustão forçada em nosso blog clicando aqui!

Dicas de como funciona o Aquecedor a Gás

Agora que você já sabe o princípio básico de como funciona o aquecedor a gás, vamos apresentar algumas dicas para o correto funcionamento do equipamento no dia-a-dia para garantir que o desempenho seja o maior possível e durante o maior período de tempo.

Em primeiro lugar, é importante respeitar as datas de manutenção feitas pelos fabricantes. As revisões são fundamentais para que alguns dos componentes do aparelho tenham seu funcionamento adequado garantido. Só assim para ter certeza do desempenho máximo do seu aparelho. O mesmo deve ser observado na data de vida útil.

Um outro hábito interessante é regular a temperatura de modo que seja necessário apenas acionar a água quente. É muito comum o costume de ligar tanto o registro de quente como de frio para fazer uma mistura e achar a temperatura ideal. No entanto essa prática aumenta muito o consumo de gás.

Além disso, é sempre necessário ficar de olho no funcionamento do aparelho. É importante ressaltar que as manutenções e instalações devem ser sempre feitas por um profissional qualificado. Equipamentos movidos a gás se forem manipulados de uma maneira não ideal, além do equipamento não funcionar, podem gerar riscos à segurança de quem estiver perto.

Apesar disso, existem alguns cuidados e observações que podem ser feitos por qualquer um.

Em primeiro lugar, em relação a cor da chama. O correto é que o fogo seja azul. Em caso de qualquer outra cor é necessário chamar uma assistência especializada. Outro aspecto importante é verificar se as saídas de gases estão livres de obstruções e se existe qualquer tipo de vazamento.

Esses cuidados são simples e garantem o funcionamento ideal do seu aparelho.

Como funciona o aquecedor a gás - Aquecenorte

Quem deve instalar os aquecedores a gás?

Depois de se informar de como funciona o aquecedor a gás talvez você esteja avaliando a possibilidade adquirir um aquecedor e aparece mais uma dúvida: qualquer pessoa está apta a instalar o aquecedor a gás?

A instalação dos aquecedores a gás pode parecer bastante simples, mas na verdade só deve ser executada por mão de obra especializada e autorizada. Isso porque apesar de ser seguro, ainda estamos falando de um equipamento que trabalha com gás e fogo.

Então para evitar acidentes sempre contrate quem entende do assunto para instalar seu aquecedor a gás.

Ficou alguma dúvida? Fale com um dos nossos consultores clicando aqui!

  • Em quase todos os sites sobre aquecimento a gás é dado como exemplo o chuveiro. Porém, gostaria de saber sobre instalação de aquecedor a gás para aquecer todos os pontos de consumo: tanque, pia de cozinha, pia de banheiro e chuveiro. É possível?

    • Boa tarde Eduardo, tudo bem?

      Sim, com certeza. A função do aquecedor a gás é aquecer água. A finalidade dessa água tanto faz. Ele pode sim aquecer água para tanques e em geral. Você só deve ficar atento a vazão. Enquanto uma ducha tem em édia 10 litros de vazão de água por minuto uma torneira tem em média de 4 a 5 litros, as vezes até menos.

      Espero ter ajudado.

    • Bom dia Juliana,

      Pra instalar o aquecedor a gás a senhora vai precisar de uma infraestrutura para recebe-lo. Essa infraestrutura inclui fornecimento de gás (seja GN ou GLP) e tubulação de água quente.

  • No prédio onde de moro tem instalação para o chuveiro a gás.
    Porem tem momentos em que a água fica fria e momentos em que esquenta novamente.
    Como nunca tinha utilizado este sistema não sei se é correto ou não.
    Poderiam me esclarecer se é correto a água esfriar e esquentar?

    • Bom dia Gerson. Muito obrigado pelo contato.
      Pelo seu relato o problema pode estar relacionado ao controle de temperatura do equipamento.
      Não podemos descartar um problema na placa eletrônica do equipamento, porém é mais provável que seja um problema no controle mesmo.
      Você pode me confirmar se o seu equipamento é um aquecedor digital ou mecânico?
      Estamos à disposição para eventuais esclarecimentos.

    • Boa tarde Andre. Muito obrigado pelo contato.
      Vários fatores acabam influenciando na temperatura da água que fica armazenada no reservatório térmico. Por exemplo a temperatura ambiente, a integridade do isolamento térmico do reservatório, além de fatores externos como o clima. Cada região possui uma temperatura ambiente específica, e isso também vai influenciar no tempo que a água permanece aquecida. De forma geral o tempo vai variar de clima para clima, além dos outros fatores que eu mencionei acima.

      Espero ter ajudado. Estamos à disposição para eventuais dúvidas.

  • Meu aquecedor tem com temperatura mínima 35. graus.
    Não consigo baixar digitalmente menos.
    No verão a água fica muito quente com 35.
    Há problema na placa ?
    Rinnai

    • Bom dia Fernando. Muito obrigado pelo contato.
      A temperatura mínima que você pode programar no seu equipamento é de 35 graus, você não vai conseguir abaixar menos do que isso.
      Você tem a opção de misturar água fria para evitar essa situação da água chegar muito quente no ponto de consumo. Fazendo a tempera da água você consegue encontrar um equilíbrio sobre a temperatura ideal de banho.

      Aproveito para recomendar a leitura de um artigo em nosso blog sobre a temperatura ideal de banho: https://aquecenorte.com.br/blog/temperatura-ideal-de-banho/

      Espero ter ajudado. Estamos à disposição para eventuais dúvidas.

    • Boa tarde Alessandra. Muito obrigado pelo contato.

      O que você pode fazer é instalar o aquecedor em um falso armário, com frestas para ventilação, porém você precisa obrigatoriamente deixar um espaço disponível para os técnicos conseguirem fazer a manutenção preventiva no equipamento. Outro aspecto que deve ser ressaltado é que você precisa também deixar um espaço de fácil acesso para você mesma fechar o registro de gás em caso de uma eventualidade.

      Nós escrevemos um artigo em nosso blog exatamente sobre esse tema, com dicas para “camuflar” o equipamento. Recomendo a leitura:

      https://aquecenorte.com.br/blog/esconder-aquecedor-a-gas/

      Você precisa ficar atenta a alguns detalhes:

      – Deixar espaço para poder manusear o display digital do equipamento
      – Manter ventilação constante no local escolhido
      – Deixar o equipamento em local acessível
      – Eventualmente você vai precisar de uma manutenção preventiva, por isso o aquecedor necessariamente precisa ficar em um local em que seja – possível retirar e manusear o aparelho de forma simples
      -Tomar cuidado para que nada fique muito próximo ou encoste no equipamento

      Espero ter ajudado. Estamos à disposição para eventuais dúvidas.

  • Boa noite, toda vez que vou regular o meu aquecedor para a posição Verão, quer dizer fluxo se água fria, maior que o fluxo de gás, meu aquecedor desliga? Isso é sintoma de diafragma? Obrigado

    • Bom dia Rodrigo. Muito obrigado pelo contato.

      Positivo, isso ocorre pois o diafragma quanto mais a vazão no consumo de água quente mais dificuldade ele terá para deixar o aparelho ligar.
      O que eu posso te recomendar, é que como o diafragma é feito de material plástico é natural que que ao decorrer do tempo ele venha a se danificar aos poucos, dessa forma aumentando a dificuldade de acionamento do equipamento.

      Sendo assim o mais indicado é deixar o botão de vazão de água no meio só mexer no botão que regula o gás.

      Espero ter ajudado. Estamos à disposição para eventuais dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *