Central Térmica: Entenda o que é e quais suas aplicações

A necessidade de prover grandes volumes de água quente em um período curto requer soluções criativas e alta tecnologia. As centrais térmicas, também são conhecidas como sistemas de aquecimento conjugado ou híbrido. Elas permitem que locais como hotéis, escolas e lavanderias possam ser atendidos por uma grande vazão de água quente sem dificuldades.

Resumidamente, podemos dizer que uma central térmica é um boiler que atua para armazenar e disponibilizar a água quente, atuando em conjunto com um outro aquecedor. Normalmente um aquecedor de passagem a gás. Isso é chamado de sistema conjugado. Uma vez que une a praticidade e rapidez dos aquecedores de passagem com a conveniência dos boilers. Para assim disponibilizar grandes quantidades de água aquecida rapidamente.

Apesar de ser normalmente usada em empresas e comércios. Muitas residências com grande demanda de água quente – principalmente projetos de alto padrão para abrigar muitas pessoas e com muitos banheiros – têm utilizado as centrais térmicas para estruturar o sistema de aquecimento de água.

No artigo a seguir você confere um pouco mais sobre as centrais térmicas. O que são, como são fabricadas, como podem ser aplicadas em um projeto de aquecimento. E também quais são os benefícios obtidos a partir da utilização destes componentes.

O que é uma central térmica?

central térmica

Como já dissemos anteriormente, as centrais térmicas são reservatórios de armazenamento isolados termicamente. Eles permitem eliminar os gargalos dos sistemas de aquecimento de água. O que por sua vez permite disponibilizar uma grande vazão em um curto período de tempo.

Então essencialmente a central térmica trata-se de um boiler com um aquecedor de passagem acoplado. Enquanto o aquecedor de passagem a gás é responsável pelo aquecimento inicial da água. O boiler fica encarregado de manter essa água aquecida através de seu isolamento térmico e resistência elétrica.

Na prática temos um sistema que une o melhor de dois mundos: boilers e aquecedores de passagem.

Externamente, as centrais térmicas são construídas normalmente com alumínio. Mas, do lado de dentro, o material predominante é o aço inoxidável, aço carbono com epóxi ou o cobre. Além de ser revestida com lã de rocha entre as camadas, um material produzido a partir das rochas basálticas e fibras minerais. Que permitem a conservação do calor.

Como funciona uma central térmica?

A central térmica une em um único sistema dois métodos de aquecimento de água: os aquecedores de passagem e os aquecedores de acumulação.

Central Térmica

Aquecedor de Passagem (ou Aquecedor a Gás)

O aquecimento de passagem é a tecnologia mais comum para o aquecimento de água. Consiste na água passando por serpentinas dentro que são alimentadas pela chama dos aquecedores a gás. Dessa maneira a água é aquecida quase que instantaneamente.

Aquecedor de Acumulação (ou Boiler)

Já os aquecedores de acumulação são grandes reservatórios térmicos. Equipados com uma ou mais resistências elétricas que são responsáveis por esquentar a água. Nesse tipo de sistema a água aquece lentamente. Mas por conta do isolamento térmico se mantem quente por bastante tempo.

Além disso os boilers são equipados com termostatos. Esse componente é responsável por medir a temperatura da água dentro do reservatório. Além de ligar a resistência toda vez que a temperatura da água diminuir abaixo da temperatura configurada.

Central Térmica

A central térmica une os dois sistemas de aquecimento. Por acumulação e de passagem.

Como dissemos anteriormente um ou mais aquecedores de passagem são interligados a um reservatório térmico. A água fria, vinda da caixa d’água, passa pelo aquecedor de passagem a deixando quente e então envia-la para o boiler. Por sua vez, o boiler será responsável por armazenar e manter essa

água quente. Sendo equipado com um termostato que vai acompanhar a temperatura da água e ligar a resistência toda vez que a temperatura cair abaixo do configurado.

A medida que a água quente armazenada for sendo consumida o processo se repete. Com mais água fria chegando ao aquecedor de passagem. Que por sua vez envia a água já quente para o boiler.

Assim conseguimos toda a agilidade dos aquecedores de passagem. Que esquentam a água quase instantaneamente unido a grande oferta dos boilers que são capazes de armazenar grandes quantidades de água quente.

Central Térmica

Como as centrais térmicas podem ser utilizadas?

Existe um grande número de projetos que podem se beneficiar do uso de centrais térmicas. Como já comentamos neste artigo, grande parte dos projetos comerciais de grande demanda por água quente e das residências de alto padrão vão encontrar a solução ideal na utilização deste tipo de sistema.

No caso dos hotéis – localizados principalmente no sul e sudeste brasileiros –, por exemplo, que tem uma demanda de água quente bastante intensa, é comum utilizar centrais térmicas para garantir o fornecimento de água quente, uma vez que existem horários de pico com grande intensidade de consumo.

Assim, no começo da manhã e no final da tarde, a água quente acumulada nos reservatórios é enviada para os quartos rapidamente, ao mesmo tempo em que o sistema de aquecimento de passagem já começa a enviar um novo volume de água aquecida para o boiler. Nessa situação, é preciso ter modelos de centrais térmicas com grandes volumes de capacidade, sendo este o principal foco do projeto.

Em situações de consumo intenso, porém mais espalhado ao longo do dia, como academias e escolas, as centrais térmicas podem dispor de boilers médios, com um uso mais equilibrado entre os sistemas de aquecimento por passagem e de acumulação.

Por fim, as residências podem utilizar reservatórios de pequeno porte em suas centrais térmicas. Isso porque o sistema de aquecimento por passagem é suficiente a maior parte do tempo, mas o boiler pode dar uma força adicional ao sistema em casos de uso anormal, como múltiplos banhos quentes simultâneos, por exemplo. Se a casa tiver piscina ou banheiras, daí a situação se inverte e é preciso ter grandes quantidades de água quente armazenada para evitar gargalos de fornecimento.

Conclusão

As centrais térmicas são excelentes opções para garantir um abastecimento de água quente eficiente, principalmente em situações de alta demanda. Nessas circunstâncias, constituem uma excelente solução para imóveis comerciais e residenciais que desejam ter conforto e comodidade com um ótimo custo-benefício.

 

E aí, gostou do nosso artigo? Então continue a sua leitura e conheça mais sobre os sistemas de aquecimento para residências e negócios no nosso blog. Acesse!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *