Clínicas de Fisioterapia: água quente na hidroterapia

Diariamente milhares de pessoas sofrem algum tipo de acidente. Seja um acidente automobilístico, de trabalho ou mesmo praticando algum tipo de exercício físico. Já outras pessoas sofrem de doenças crônicas que muitas vezes afetam a capacidade dos movimentos de alguma parte do corpo. Em muitos casos é necessário fazer um tratamento fisioterápico para abreviar o período de recuperação e evitar qualquer tipo de sequelas. E a água quente na hidroterapia é muito utilizada nesse processo de recuperação dos pacientes.

Nesse artigo vamos focar nos principais benefícios que ter água quente de forma facilitada pode proporcionar para seus colaboradores e pacientes.

Mais conforto para os pacientes

É muito importante destacar o aspecto humano e de força de vontade que envolve um tratamento fisioterápico. Muitas vezes os pacientes estão abalados ou desanimados com o que vem pela frente. Nesse sentido o local, estrutura e ambiente da clínica de fisioterapia tem que ser o melhor possível. Até mesmo para aumentar a confiança e otimismo dos pacientes.

A água quente na hidroterapia é muito utilizada em piscinas e banheiras para pacientes que sofreram diversos tipos de acidentes. Alguns chegam inclusive a perder o movimento parcial ou total de braços e pernas. Nesse sentido a fisioterapia aquática vem se mostrando uma opção muito interessante no tratamento desses pacientes.

Basicamente a hidroterapia envolve uma série de exercícios terapêuticos em piscinas, hidromassagem, massoterapia, cada qual com programas específicos para cada tipo de paciente. Ao passo que é importante destacar que o uso de água quente é muito alto. O mais interessante é que esse tipo de ambiente acaba sendo decisivo no psicológico dos pacientes. Por consequência isso gera um ambiente positivo em torno da recuperação deles. Esse pode ser um fator determinante para conseguir melhores resultados no dia-a-dia da clínica.

agua_quente_na_hidroterapia

Facilidade no dia-a-dia dos colaboradores

Outro aspecto importante que o acesso a água quente de forma facilitada pode proporcionar ao seu estabelecimento é uma maior facilidade no dia-a-dia dos seus colaboradores. Isso porque a água quente é utilizada em várias técnicas terapêuticas utilizadas na fisioterapia aquática. Em outras palavras ter água quente facilitada vai agilizar o dia-a-dia da clínica assim como os tratamentos que oferecidos no local.

É muito importante ressaltar que o programa de hidroterapia ou fisioterapia aquática é configurado e prescrito de acordo com a necessidade específica de cada paciente. Por consequência isso acaba trazendo melhores resultados no tratamento, obtendo efeitos de melhora em menor tempo.

De acordo com o centro de Reabilitação da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), os efeitos terapêuticos da fisioterapia aquática são os seguintes:

  • Alívio de dor
  • Aumento da circulação sanguínea
  • Relaxamento
  • Melhora das condições da pele
  • Alívio do espasmo muscular
  • Manutenção e/ou aumento das amplitudes de movimentos (ADMs)
  • Reeducação dos músculos paralisados
  • Melhora da força muscular (desenvolvimento de força e resistência muscular)
  • Melhora das condições psicológicas do paciente
  • Máxima independência funcional
  • Reeducação dos músculos paralisados

Conheça as aplicações da água quente na hidroterapia

Definitivamente a água quente é fundamental no contexto da hidroterapia. É importante também saber em quais afecções ela pode ser indicada. De acordo com o centro de Reabilitação da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), a fisioterapia aquática pode ser indicada nos seguintes casos:

  • Reumáticas: artrite reumatoide, febre reumática, espondilite anquilosante, osteoartrites ou artroses, tendinites, bursites, capsulites, miosites, discopatias degenerativas, polimialgias, etc;
  • Ortopédicas e Traumatológicas: fraturas consolidadas ou em fase de consolidação, alterações posturais, pós-lesões traumáticas como entorses, luxações, subluxações, lesões impactantes, além de pós-operatórios ósseos e articulares, entre outros;
  • Neurológicas: Parkinson, Alzheimer, sequelas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), Traumatismo Raquimedular (TRM), Poliomielite, Polineuropatias, Traumatismo Cranioencefélico (TCE), Paralisia Cerebral (PC), Tumores do Sistema Nervoso Central, doenças degenerativas do Sistema Nervoso, como distrofias musculares, além de lesões periféricas de nervos, síndromes neurológicas, e pós-operatórios em geral;
  • Respiratórias: asma brônquica, bronquite crônica, enfisema pulmonar, fibrose cística e sequelas de infecções respiratórias, pós-operatórios, etc.;
  • Cardíacas: hipertensos, alterações valvulares, etc.;
  • Endócrinas: obesos, alterações da tireoide, etc.;
  • Psíquicas: depressão, neuroses, autismo, doenças mentais e deficiências mentais em geral.

Otimize o dia-a-dia da sua clínica com água quente na hidroterapia

Como citado nos tópicos anteriores desse artigo, ter água quente de forma fácil e ágil é essencial para o dia-a-dia de uma clínica de fisioterapia. Especialmente as clínicas que estão utilizando as técnicas de hidroterapia. O uso de água quente na hidroterapia é constante e quase ininterrupto durante todo o dia. Seja para tratamentos em banheiras, banheiras de hidromassagem e também nas piscinas. De tal forma que a fisioterapia na água vem ganhando força cada vez mais como um método eficiente na recuperação dos pacientes.

Em síntese é fundamental pensar no conforto e comodidade para seus colaboradores e pacientes. Porém uma dúvida fica no ar: Como disponibilizar água quente para todos os pacientes a qualquer hora do dia? Atualmente as clínicas já contam com uma estrutura bem consistente para atender todas as demandas dos pacientes. Como por exemplo piscinas aquecidas, banheiras de hidromassagem, vestiários completos com diversas duchas e ambientes diferenciados para os mais variados tratamentos.

Mas você deve estar se perguntando qual a maneira mais eficiente para o aquecimento de toda essa água que é utilizada diariamente certo? Pois saiba que nesse contexto ter um sistema de aquecedor a gás em sua clínica pode ser a solução ideal para o seu negócio!

 

[pt_view id=”e1df4823k0″]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *